10 cuidados preventivos para evitar doenças

Mais importante que tratar problemas de saúde, é evitar que eles apareçam. Saiba como se manter mais saudável. 

A saúde é o que temos de mais valioso (e tênue). Se não cultivarmos uma vida de bons hábitos, dificilmente teremos uma boa saúde conforme os anos forem passando.  

É claro que cuidar bem da sua mente e do seu corpo não são importantes só para chegar bem à terceira idade, mas para ter qualidade de vida em tudo que você fizer, enquanto viver. 

E quando se fala em saúde, prevenir é sempre melhor que remediar.  

Por isso, vamos conhecer alguns cuidados gerais para prevenir as principais doenças que podem nos afetar: 

1 – Adeus, sedentarismo 

Uma das chaves para a saúde é o controle do peso e manter seu corpo em movimento.  

Acrescentar atividades físicas à rotina, pelo menos 4 vezes na semana, é importante para regular as funções corporais, melhorar a pressão arterial, diminuir o colesterol e triglicérides, aumentar a liberação de hormônios do bem-estar e ajudar no condicionamento físico. 

Além disso, os músculos conquistados hoje serão essenciais para te manter ativo quando estiver mais velho. 

2 – Alimentação mais natural e saudável 

Com tantas opções de alimentos industrializados fica difícil manter uma alimentação saudável e natural, mas é essencial para a saúde ingerir menos produtos químicos – tão presentes nos alimentos processados. 

Quanto mais natural sua alimentação, mais vitaminas, fibras, minerais e outros nutrientes fundamentais para o corpo, você estará ingerindo. 

Escolha fazer substituições saudáveis no seu dia a dia, incluindo na alimentação frutas, verduras, leguminosas, grãos, sementes etc; 

3 – Não fuma e nem beba 

O cigarro e o álcool não combinam com a boa saúde.  

Fumar causa diversos problemas de saúde, desde hipertensão arterial até mesmo câncer. Além disso, o narguilé e o vape também são extremamente tóxicos ao organismo. 

Já as bebidas alcoólicas em excesso podem sobrecarregar os órgãos, aumentar a pressão arterial, causar danos ao fígado e atrapalhar o metabolismo. 

Beber em excesso pode causar vício, hepatite, cirrose, etc. 

4 – Realize check-ups preventivos 

Prevenção também depende do monitoramento dos aspectos da saúde que não podemos ver. Por isso, é importante todos os anos agendar consultas para verificar se há algum problema se desenvolvendo. 

Quanto mais cedo os diagnósticos são realizados, maiores são as chances de cura de algumas doenças. 

5 – Beba a quantidade certa de água 

A água é vital para nosso organismo. Nosso corpo necessita dela para manter as funções normais. 

A água é essencial na regulagem da pressão arterial, no transporte de nutrientes pela corrente sanguínea, na eliminação de toxinas, na regulagem de temperatura etc. 

Sem água na quantidade certa, sobrecarregamos nossos rins, e podemos desenvolver problemas como cálculos renais e insuficiência renal crônica.  

Para saber a quantidade de água que você precisa diariamente, basta multiplicar o seu peso por 35. 

6 – Menos açúcar 

O açúcar é um dos grandes vilões da saúde. Ele dificulta a cicatrização, aumenta a proliferação de fungos e bactérias no organismo, provoca envelhecimento precoce, vicia, danifica os dentes, causa aumento de peso, disbiose intestinal, deficiências nutricionais, entre vários outros problemas que são indícios claros de que não devemos consumir açúcar. 

Se para você for difícil retirá-lo do seu dia a dia, inicie o processo reduzindo as quantidades e substituindo o açúcar comum por açúcar de coco ou adoçante em pequenas quantidades. 

Lembre-se, o ideal é sempre procurar um nutricionista que possa te ajudar a ter uma alimentação mais saudável. 

7 – Socialize  

A interação social com amigos e familiares é tão importante para a saúde quanto os cuidados com o corpo que citamos acima. 

Afinal, é muito bom para nossa saúde mental estar rodeado de pessoas que façam você se sentir bem. 

Comprovadamente, pessoas solitárias costumam falecer mais cedo. 

As conexões sociais foram responsáveis, em parte, por tornar o homo sapiens mais parecido com o que somos hoje. 

Elas nos ajudaram a evoluir, constituir laços e estabelecer o senso de comunidade. Por isso, valorize o tempo com seus amigos, não deixe de priorizar esse cuidado com a sua saúde. 

8 – Tome vacina 

Diversas doenças fatais podem ser prevenidas com uma simples vacina.  

Hepatites, gripes, cânceres e febre amarela são apenas alguns exemplos de doenças que ocorrem frequentemente, mas podem ser evitadas. 

Não deixe de tomar todas as vacinas indicadas para sua faixa etária.  

Vacinação é uma forma de preservar vidas. 

9 – Durma bem 

O sono é uma função reguladora importantíssima do organismo.  

Por meio dele, o nosso corpo converte memórias de curto prazo em memórias de longo prazo, produz hormônios fundamentais para o bom funcionamento do organismo, recupera as energias e as forças para um novo dia. 

Além disso, o sono também ajuda na recuperação muscular e na melhora do humor. 

Dormir bem é vital para uma boa saúde e uma vida mais plena, com mais longevidade.  

O ideal é que tenhamos de 7 a 8 horas de sono, mas a quantidade de horas necessárias pode variar de acordo com a faixa etária, indo de 12 a 6 horas por noite. 

Se você não dorme bem, procure um médico que poderá avaliar qual o melhor tratamento para melhorar seu sono. 

10 – Tenha um hobbie 

Além do nosso corpo, também precisamos manter nossa mente ativa. 

E o que é melhor para promover bem-estar, nos distrair da rotina e nos ajudar a fazer novas amizades, do que cultivar um hobbie? 

Se você ainda não tem o seu, faça uma lista de coisas que gosta e tem interesse em saber mais, e tente experimentar! 

Com essas dicas fica mais fácil cuidar da sua saúde desde já. Não deixe de colocar em prática o que já está ao seu alcance e trabalhe para poder mudar seu estilo de vida cada vez mais.  

Investir em saúde é ganhar como retorno produtividade, longevidade e mais qualidade de vida! 

Outras Notícias: