Como saber se você tem uma doença renal

 Existem exames que devem ser realizados anualmente para detectar algum problema nos rins 

Uma das medidas recomendadas por todo profissional da área da saúde (para além da alimentação balanceada, higiene do sono, descanso e lazer) é a consulta frequente, pelo menos uma vez por ano, ao seu médico. O conhecido check-up tem salvado tantas vidas, especialmente em casos de doenças silenciosas (como a doença renal crônica).  

Mas, afinal, como podemos saber se temos uma doença renal? Acompanhe o texto. 

Principais doenças dos rins 

Nossos rins fazem parte do sistema excretor e osmorregular que, respectivamente, são responsáveis por eliminar substâncias tóxicas para o organismo e mantê-lo em equilíbrio. Durante este processo, alguns adoecimentos podem acontecer, conheça alguns deles a seguir.  

Nefrite – a inflamação do glomérulo (parte “filtrante” dos rins) causada por infecções e doenças auto imunes., é possível que a doença se esvaia por conta própria, porém, em casos mais sérios (com muita fadiga, vômitos e caibras), quando a doença é cronificada, é preciso consultar-se e manter-se atento; 

Infecção urinária – acomete mais as mulheres, atinge a bexiga causando dor e ardência ao urinar, quando a infecção alcança os rins torna-se mais grave e então pode haver dor lombar, febre e calafrios; 

Cálculo renal – as “pedras nos rins” são depósitos de minerais que se acumulam e se aglutinam nos rins , elas causam dores fortes que irradiam para as costas. Saiba mais no artigo Principais sintomas do cálculo renal.

Insuficiência renal crônica (IRC) – quando os rins gradualmente perdem sua capacidade de filtração, chamamos de doença renal crônica (DRC), esta doença provoca a retenção da ureia no organismo o que implica outras consequências (como a anemia, por exemplo).

Insuficiência renal aguda (IRA) – esta doença também consiste no comprometimento da capacidade de filtrar dos rins, no entanto, por ser aguda ela acomete o paciente muito rapidamente (perda súbita).  

Investigação médica e hipótese diagnóstica 

Vale lembrar que, mesmo com sintomas parecidos, o diagnóstico de uma doença cabe unicamente ao médico nefrologista. Portanto, ao perceber qualquer sintoma, busque um médico de confiança. Ele será responsável por conduzir a investigação. 

Dentro desta investigação, seu médico poderá pedir alguns exames, assista ao vídeo sobre o assunto!  

Exames para a detecção de doenças renais 

Segundo nossa nefrologista, Dra. Mariana Pigozzi, podemos listar alguns exames de triagem, são os que seguem abaixo. 

  • Dosagem de ureia; 
  • Dosagem de creatinina; 
  • Exame de urina (EAS) ou urina simples; 
  • Perda de proteína na urina; 
  • Exames de imagem renal (USG e tomografia). 

Há ainda exames complementares (glicemia, perfil lipídico, proteinograma, exames de urina de 24h) que costumam ser solicitados a partir do momento que conhecemos a história clínica do paciente. 

Outros exames podem ser pedidos, entre eles, a biópsia renal, em que se retira um fragmento do rim. Este é enviado para um médico patologista que irá diagnosticar alguma das doenças renais (caso o paciente seja acometido por uma delas). 

Outras Notícias: